One Outs

On 11 de out de 2010 0 comentários


No inicio eu torci o nariz por ser um anime voltado a esportes, até então animes de esportes me faziam lembrar de coisas sem noção dos tempos de Super Campeões (Captain Tsubasa) na TV Manchete. Mas One Outs fez com que eu mudasse meus conceitos e graças a isso acabei despertando interesse em animes esportivos, Eyeshield e Giant Killing que o digam.

O anime começa contando a história de Hiromichi Kojima, um astro do baseball japonês que conquistou tudo o que poderia como um jogador em 21 anos de carreira, na verdade quase tudo, nesses 21 anos o seu time nunca foi campeão e nos últimos tempos vem caindo pelas tabelas por culpa da direção do clube, pelo jeito não é um problema só do futebol brasileiro. Depois de alguns fatos ele acaba conhecendo um jovem chamado Tokuchi Toua (o fodão!) em um jogo de aposta conhecido como “One Outs”, após ver o talento do jovem Kojima o convida para jogar em seu time e é ai que começa a história de verdade!

Toua acaba fazendo um contrato absurdo com o Dono do time (é assim que chamam ele), o jovem ganhará 5.000.000 ienes por strike (arremessos certeiros) e perderá 50.000.000 por cada ponto perdido, o Dono do time faz alguns cálculos e vê que mesmo que Tokuchi Toua seja como o melhor arremessador da liga ele ficará com saldo 0 no fim das contas, ninguém esperava mas Tokuchi Toua mostra que não é como o melhor arremessador da liga, ele é muito melhor. Vendo o quanto de dinheiro poderia perder em seu contrato o Dono do time começa a inventar clausulas absurdas e até fornece ajuda aos times adversários para que Toua seja derrotado, o anime gira em torno das táticas criadas por Toua e da maneira como ele consegue controlar seus adversários como se fossem pequenos insetos.

Mesmo sendo um anime de baseball o anime tem “combates psicológicos” tão bons quantos os encontrados em Death Note, os dois primeiros episódios são meio chatinhos mas depois disso o anime mostra o seu potencial, pena que só tem uma temporada =/  

Blog Widget by LinkWithin

0 comentários:

Postar um comentário